Apresentação


O Programa Interuniversitário de Doutoramento em História: mudança e continuidade num mundo global (PIUDHist) resulta de uma parceria entre cinco instituições universitárias portuguesas: o Instituto de Ciências Sociais e a Faculdade de Letras (ambos da Universidade de Lisboa), o ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, a Universidade Católica Portuguesa e a Universidade de Évora.

O programa teve início no ano letivo de 2008-2009 e foi reestruturado em 2013-2014, recebendo a qualificação de Doutoramento FCT.

Em Portugal, o PIUDHist é o primeiro programa doutoral em História totalmente assente numa parceria inter-universitária. As instituições envolvidas partilham os seus recursos docentes, as suas instalações, as suas redes de contactos internacionais, os seus recursos bibliográficos, informáticos e outros, o que permite oferecer um programa de doutoramento verdadeiramente conjunto.

Através de acordos com universidades estrangeiras, garante-se a presença regular de historiadores de renome internacional, estimula-se a inscrição ou estágios temporários de estudantes oriundos de qualquer país do mundo, promove-se a mobilidade dos doutorandos e a sua formação num contexto internacional.

Os estudantes admitidos serão igualmente convidados, desde o primeiro ano, a inserirem-se nas linhas e projetos de investigação desenvolvidos nos laboratórios e centros de investigação das instituições parceiras (ICS-UL, CH-UL, CEHC-IUL, CEHR-UCP, CIDEHUS-UÉ),.

Este Programa Doutoral desenvolve-se ao longo de quatro anos letivos, num total de 240 ECTS, distinguindo-se por incluir uma significativa componente letiva no 1º ano (seminários metodológicos, de especialidade e de projeto), além do trabalho de investigação, devidamente enquadrado pela orientação tutorial e por seminários de acompanhamento. Culmina com a obtenção do Grau de Doutor em História (documento único subscrito pelas 4 universidades).

Com uma organização curricular inovadora, contempla quatro áreas de especialização definidas segundo um critério temático − dinâmicas sociais e estruturas políticas; instituições e desenvolvimento económico; impérios, colonialismo e pós-colonialismo; movimentos intelectuais e socioculturais – ultrapassando definitivamente a tradicional organização dos doutoramentos em História por especialidades vinculadas a períodos cronológicos. Favorece-se assim uma formação transversal e comparativa, articulada em torno de abordagens de média e de longa duração, que potencia a qualidade científica da formação e da investigação.

O Programa Interuniversitário de Doutoramento em História: mudança e continuidade num mundo global (PIUDHist) encontra-se aprovado e registado pela Direção Geral do Ensino Superior (R/B-Cr264/2008), com publicação no Diário da República, 2ª série, nº 154, de 12 de agosto de 2014.